Cerimônia de Entrega dos Equipamentos no Centro de Treinamento do Polo Cidade de Deus do Instituto Reação

O Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro e o Centro de Treinamento do Polo Cidade de Deus do Instituto Reação realizaram, no dia 1 de dezembro de 2017, a cerimônia de entrega oficial de placas de tatames, kimonos e materiais para fisioterapia, conforme o “Projeto de doação e instalação de novos equipamentos no Polo Cidade de Deus do Instituto Reação” assinado no ano passado, dentro do programa de “Assistência a Projetos Comunitários Culturais” do Governo do Japão.

No dia da cerimônia, estiveram presentes o Cônsul-Geral Yoshitaka Hoshino, Sr. Flávio Canto, presidente do Instituto Reação, Sr. Geraldo Bernardes, técnico do instituto e ex-técnico nacional e os atletas olímpicos refugiados, Sr. Popole Misenga e Sra. Yolande Bukasa.

O Cônsul-Geral Hoshino, durante seu discurso, manifestou sua satisfação de realizar essa cerimônia de doação ao Instituto Reação que promove uma  filosofia maravilhosa e que consegue o alto rendimento, declarando que o Judô tem o poder de transformar a vida dos praticantes, reforçando valores pertinentes como a humildade, sabedoria, autoconhecimento, disciplina, determinação e respeito pelo adversário. Ele expressou sua esperança , que esses materiais doados contribuam para aumentar a infraestrutura do local com uma nova área de treino, promovendo o desenvolvimento de futuros talentos. Além disso, dentro do discurso informou que essa doação faz parte  do projeto “Sport for Tomorrow”, cujo  foco de ação é Esporte e Educação e que promove transformações sociais, melhorando  a qualidade de vida dos povos.  Nesse sentido, o Instituto Reação que atende mais de  1.300  crianças e jovens em cinco polos, promovendo a inclusão social pelo Esporte e Educação, tem o espírito deste projeto e realmente merece receber essa doação. No final, ele declarou que o Judô foi a modalidade esportiva que mais rendeu medalhas ao Brasil em Jogos Olímpicos e que os atletas brasileiros e o Instituto tenham mais sucesso em Tokyo 2020, desejando que a dedicação ao Judô e sua crença de que a prática regular deste esporte melhora não só a pessoa, mas também a sua família, e em escala crescente transforma a sociedade. 

O presidente, Sr. Flavio Canto agradeceu este momento da cerimônia de doação, e durante o seu discurso,  declarou que a parceira com o Japão como o  país de origem do Judô é muito especial, já  que a abordagem do Instituto Reação é muito influenciada pelo Japão através deste esporte. Além disso, ele disse que os tatames, kimonos e materiais para fisioterapia são indispensáveis para que as crianças em vulnerabilidade social cresçam por meio do Judô, e para o  Instituto Reação que deseja atender mais crianças da comunidade, essa doação foi um grande incentivo. No final, ele comentou que está muito honrado de ter essa oportunidade de cooperação entre o Brasil e o Japão através desse projeto cultural, visando a integração social.

O técnico, Sr. Geraldo Bernardes agradeceu a todos os envolvidos neste  projeto e ao Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro, e disse que com esses materiais doados, o Instituto Reação terá condições de  atender mais crianças e adolescentes , melhorando  as condições dos atletas. Por fim, ele manifestou sua dedicação de seguir ao lema do Instituto Reação, que é  formar faixas pretas ,  tanto dentro quanto fora do tatame.
 
Alunos vestidos de kimonos doados,
com o técnico Geraldo Bernardes
Os alunos participando na Cerimônia
Discurso do Flávio Canto, presidente do Instituto Discurso do Cônsul-Geral
Descerramento da placa de doação Doação de tatames ao Instituto Reação
Doação de kimonos Cônsul-Geral Hoshino com aluno que recebeu
o kimono doado
Apresentação de Judô com kimono doado Apresentação de Judô com kimono doado
Apresentação de Judô com kimono doado Cônsul-Geral Hoshino
com atleta olímpico refugiado, Yolande Bukasa